quarta-feira, 9 de setembro de 2015

CLA é seguro?


O que é?
O ácido linoleico é um ácido graxo com cadeia carbônica contendo 18 átomos e 2 duplas ligações. O CLA – Ácido Linoleico Conjugado – é ácido linoleico com uma modificação na forma como suas duplas ligações estão dispostas (elas se encontram conjugadas, daí vem seu nome).

Fonte: Google


Quais são as promessas?

Aumento da massa muscular, redução de gordura corporal, prevenção de diabetes, redução de aterosclerose, aumento da imunidade.

Curiosidade:

O CLA é produzido naturalmente pelas bactérias presentes no estômago de ruminantes e é encontrada em carnes, ovos, leite e derivados.

Dose recomendada pela literatura:
3g/dia


Cumpre o que promete?

- Estudo realizado em 53 homens adultos, com IMC entre 25 e 35, saudáveis, não observou alterações significativas na composição corporal, no perfil lipídico e hormonal. Porém, foi observada a redução da glicemia plasmática desses indivíduos (Ref 1).

- Em estudo duplo-cego placebo-controle em humanos, observou redução dos triglicérides nos indivíduos estudados (Ref 2).

- Outro estudo, esse realizado em mulheres pós-menopausadas, obesas e diabéticas tipo 2, observou redução de peso, IMC, % de gordura e melhora na glicemia das mesmas (Ref 3).

- Um artigo de revisão mostrou que quase todos os resultados analisados em relação ao câncer, saúde cardiovascular, obesidade, diabetes e saúde dos ossos, foram de estudos realizados em animais ou in vitro (Ref 4).

- Estudo realizado com 63 indivíduos, observou aumento no colesterol total, LDL, triglicérides e glicemia e redução do HDL, após 3 meses de tratamento (Ref 5).

- Revisão sistemática, que analisou estudos com pelo menos 6 meses de duração, concluiu que os resultados do uso do CLA na composição corporal não são relevantes (Ref 6).

- Estudo realizado com 85 homens com excesso de peso, mostrou que a suplementação de CLA não alterou LDL, HDL, triglicérides, insulina, concluindo que o CLA não prejudica a função endotelial (Ref 7).
 
Fonte: Google
 
- A maioria dos estudos conclui que o CLA não exerce alterações significativas na composição corporal ou no perfil lipídico. Além disso, muitos relatam a necessidade de mais estudos em humanos.
- Apesar de ter estudos com resultados positivos, o número da amostra estudada geralmente é pequeno e a metodologia da pesquisa se difere muito de um estudo para outro, não havendo congruência nos resultados.
- Portanto, eu, como nutricionista, não indico o uso desse suplemento. Prefiro recomendar medidas mais confiáveis para redução de peso, melhora no perfil lipídico, aumento de massa muscular, etc.

Referências:

Ref 1: http://www.unicamp.br/unicamp/unicamp_hoje/ju/junho2011/ju497_pag5.php
Ref 2: NOONE et al., 2001
Ref 3: NORRIS et al, 2009
Ref 4: Nutr Res Rev. 2011 Dec;24(2):206-27. Human health effects of conjugated linoleic acid from milk and supplements. McCrorie TA1, Keaveney EM, Wallace JM, Binns N, Livingstone MB.

Ref 5: Nutrition. 2012 May;28(5):559-65. Effect of conjugated linoleic acid supplementation on weight loss and body fat composition in a Chinese population. Chen SC1, Lin YH, Huang HP, Hsu WL, Houng JY, Huang CK.

Ref 6: Eur J Nutr. 2012 Mar;51(2):127-34. The efficacy of long-term conjugated linoleic acid (CLA) supplementation on body composition in overweight and obese individuals: a systematic review and meta-analysis of randomized clinical trials. Onakpoya IJ1, Posadzki PP, Watson LK, Davies LA, Ernst E.

Ref 7: J Am Coll Nutr. 2011 Feb;30(1):19-28. CLA does not impair endothelial function and decreases body weight as compared with safflower oil in overweight and obese male subjects.
Pfeuffer M1, Fielitz K, Laue C, Winkler P, Rubin D, Helwig U, Giller K, Kammann J, Schwedhelm E, Böger RH, Bub A, Bell D, Schrezenmeir J.

 
Postar um comentário