terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Você come quando tem fome?

Olá!

Vamos escutar nosso corpo?

Quem faz dieta por muito tempo já deve estar acostumado a comer de 3 em 3h, beber 2l de água por dia, realizar “x” refeições por dia, incluir “x” alimentos considerados saudáveis, etc.

Mas você já parou para escutar seu corpo?

Você nem gosta de linhaça, mas a inclui todos os dias no café da manhã, “porque é saudável”.
Você nem tem fome no meio da manhã, mas come uma barrinha de cereais, “porque é saudável”.

Fonte: Google

A chamada “mentalidade da dieta” causa esses e vários outros pensamentos que se sobrepõe à necessidade fisiológica do ser humano.

Com isso você não sabe mais identificar os seus sinais internos de fome e saciedade. Come porque tem que comer, não porque está com fome.

O stress que isso causa é imenso e fazer dieta vira um pesadelo. A dieta não é mais sua amiga e sim sua inimiga.

Muitas pessoas, inclusive, desenvolvem fobia à dieta.

Quem faz dieta por muito tempo, cria um medo de sentir fome e engordar, ao passo que sentir fome é apenas o corpo sinalizando a falta de nutrientes, que “está na hora de comer”.

Com a mentalidade de dieta instalada o indivíduo não consegue escolher alimentos com base naquilo que ele gosta, mas somente alimentos considerados saudáveis pela moda alimentar do momento. Portanto, ele não se satisfaz, sente uma sensação de vazio e insatisfação. Essa sensação pode gerar uma compulsão (na tentativa de preencher esse vazio).

Enfim, o indivíduo passa a comer o que deve e não o que deseja, não o que sacia sua fome.
Já fiz uma matéria aqui no blog descrevendo o que é “fome” e o que é “vontade de comer”.


Você tem essa mentalidade de dieta? Come quando tem fome ou de 3 em 3h? Come os alimentos que gosta ou somente os considerados saudáveis?
---------------------------------------------------
-> Já conhece meu E-Book com Receitas saudáveis? Basta clicar ali em cima, na Loja Virtual!

-> Quer agendar consulta? Envie-me um e-mail: heloizanutri@yahoo.com.br

Beijos ;) 

Postar um comentário